Sua sexualidade é linda e deve ser respeitada.

(Texto publicado pela primeira vez em 23 de junho de 2019)

Vocês contam para os profissionais da saúde que vocês são LGBT+? A gente sabe que sair do armário para um profissional da saúde nos deixa bastante ansiosxs, pelo medo de estigmatização, do descaso e até mesmo de maus tratos durante o atendimento. Já vi presenciei cenas tristes nesta minha carreira, que embora curta, está sendo intensa.

Dados mostram que grande parte dos LGBT+ não contam para seu médico fatos importantes sobre sua afetividade, sua sexualidade e sua identidade de gênero. Ficamos guardadinhxs dentro do armário. Infelizmente nós LGBT+ temos uma grande dificuldade para ter um atendimento e um acolhimento em saúde dignos, em comparação à população cis hétero. Sem levar em conta as desigualdades estruturais, raciais, sociais e físicas que envolvem nossas letrinhas. O que acontece com transexuais e travestis pelas unidades de saúde deste país então, nem se fala. Assusta.

Mas é IMPRESCINDÍVEL que o cuidador conheça fatos importantes da vida do paciente, pois como vamos enxergar “o todo” sem saber quem o paciente é, quem ele ama, com quem ele transa ou se relaciona? A visão fica completamente diferente. Precisamos mudar esta situação, educar melhor os profissionais formados e diminuir o estigma em todas as esferas de cuidado.

Não tratamos doenças. Tratamos doentes. Que precisam ser vistos como um todo.

E acima de tudo, tratamos seres humanos, perfeitxs e lindxs em sua diversidade.

Doutor Maravilha é uma tentativa de deixar as pessoas sairem do armário , no momento em que mais precisam de ajuda. De cuidado. De atenção. De ar!

#doutormaravilha#wonderdoctor#saudelgbt#saude#infectologia#infectologista#ministeriodasaude#gay#lesbian#transgender#queer#saudegay#saudelesbica#saudetrans#hiv#aids#gaydoctor#prephiv#pephiv#direitoshumanos#sexismo#racismo#lgbtfobia#ativismo#infectologia#paradasp#parada2019#paradalgbt#gaydoctor
#gaysp

1 Comment

  1. Amigo says: Responder

    Mesmo sendo homossexual, sou Cis gênero, mas como costumo dizer homem percebe quando outro homem sente atração por ele, mesmo que sem “emitir” paquera! Num Urologista, mesmo PSA normal, ele quis fazer o toque retal. Pela “suposta abertura” que ele deu, comentei de não ter ido ao banheiro, me preparado, ao que ele “sumariamente” disse: ” é rápido, só tocar a próstata”! Naturalmente, “finalizei” a consulta! Já com Andrologista, ai comentei que era homossexual, ele avaliou a glande, testículos, perineo e na prostata disse que iria massagear para limpeza dos dutos, mas sabia que o estímulo geraria orgasmo em mim, que eu poderia “viver o momento”. Até no momento disse, muitos homens, quando vivenciam o orgasmo prostatico e a ereção firme, entendem o quanto, eles e as respectivas esposas, não possuem a verdadeira intimidade! Mesmo ele, mantendo o profissionalismo, deu de perceber a excitação dele, quando tive orgasmo e minha perna tocou nele! Ai deu de perceber a empatia, que mesmo em homens que sejam heteros, deveria existir!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.